26/05/17

Novas edições da Polvo


A Editora Polvo do Rui Brito irá apresentar quatro novas edições no XIII FIBDB.

Mensur de Rafael Coutinho, será apresentado no dia 27 de Maio (Sábado), às 16h45, no Cine-Teatro Municipal Pax Julia, com a participação do autor e do editor, Rui Brito. A sessão de autógrafos será das 18 às 19h30.

Em Mensur, Coutinho conta a história de Gringo, um andarilho que percorre cidades brasileiras em busca de trabalhos pontuais. É um dos últimos praticantes de mensur, uma luta de espadas surgida entre estudantes universitários na Alemanha do século XV. Enquanto lida com os seus próprios fantasmas e obsessões, um caso amoroso pode colocá-lo em rota de conflito com o seu passado e com segredos que jamais deveriam vir à tona.

Rafael Coutinho é autor de Banda Desenhada, artista plástico e editor. Nascido em São Paulo em 1980, formou-se em Artes Plásticas pela Universidade de São Paulo (Unesp), em 2004. No seu país é conhecido pelo romance gráfico Cachalote (Quadrinhos na Cia., 2010; Polvo, 2014), O Beijo Adolescente 1, 2 e 3 (selo Cachalote, 2011, 2013 e 2015) e As Aventuras do Barão de Munchausen (Cosac Naify, 2014).

Mensur
Rafael Coutinho
Colecção: Romance Gráfico Brasileiro, nº 17
204 pág., p/b, brochado com badanas
26,4 x 18,5 cm, €17,99
ISBN 978-989-8513-67-0
Polvo, Junho 2017


---------------------------------------------------------------------------------------

Lugar Maldito, com argumento André Oliveira e desenhos de João Sequeira (a dupla criativa de Tormenta, que acaba de ser editado na Polónia), terá apresentação no dia 27 de Maio (Sábado), às 14h30, no Cine-Teatro Municipal Pax Julia, com a participação dos autores e do editor, Rui Brito. Sessão de autógrafos das 18 às 19h30.

Esta é uma BD de terror à portuguesa, passada no Alto Douro.

Samuel e Maria estão em fuga. De tudo, de todos e até de si próprios. Assombrados pelo amor proibido que é o seu, decidem refugiar-se no sítio mais improvável: uma casa antiga, situada numa clareira de silêncios e caretos vigilante. Entre o pó do carvão, inundada pelo cheiro a sangue e a cinzas, nada vai ser como dantes.

Lugar Maldito
Argumento: André Oliveira
Desenhos: João Sequeira
96 pág., p/b, cartonado
25 x 17,5 cm, €12,90
ISBN 978-989-8513-64-9
Polvo, Junho 2017











----------------------------------------------------------------------------------------

Conversas com os putos
Argumento e desenhos: Álvaro
64 páginas, p/b, capa brochada com badanas
22 x 16,5 cm, €7,90
ISBN 978-989-8513-68-7
Colecção: De Bom Humor, nº 8
Polvo, Junho 2017

Conversas com os putos, o novo livro de Álvaro, será apresentado no dia 28 de Maio (Domingo), às 15h45, no Cine-Teatro Municipal Pax Julia, com a participação do autor e do editor, Rui Brito.

O que é um explicador? É alguém que tenta meter na cabeça dos alunos aquilo que não apreenderam na escola. O que é um aluno? É alguém que passa várias horas por dia em frente de um professor, à espera do toque de saída. O que é um professor? É alguém encarregue de manter turmas de quase trinta alunos numa sala e que ainda tem de tentar dar-lhes aulas, até ao dia em que mete baixa psiquiátrica sendo, semanas depois, substituído por alguém que até há pouco tempo ainda era aluno. O que é este livro? É uma compilação de supostos diálogos entre um explicador de Geometria Descritiva e os seus alunos.

O propósito desta obra não é o de insultar os alunos (por muito que apeteça ao autor). Não. É o de olhar para uma geração heterogénea de miúdos que dentro de poucos anos estarão a trabalhar, nas filas do Instituto do Emprego e Formação Profissional, a votar, a ditar o que as TVs transmitem e que (esta parte é importante) nos irão pagar a reforma.

Álvaro nasceu em 1970. Em 1993 licencia-se em Arquitectura na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, actividade que exerceu a tempo inteiro até finais da década de 90, tendo paulatinamente vindo a passar-se da elaboração de projectos de licenciamento para as aulas de formação profissional a adultos e de explicações a adolescentes.

Na área da Banda Desenhada já tem umas coisas editadas. Sexo, Mentiras e Fotocópias, Balcão Trauma (2 Vols.) e No Presépio..., este com argumento de José Pinto Carneiro e contemplado no Amadora BD 2014 com o prémio “Melhor Álbum de Tiras de Humor”.

----------------------------------------------------------------------------------------


Madoka Machina nº 4 de André Pereira, será apresentado no dia 28 de Maio (Domingo), às 16h00, no Cine-Teatro Municipal Pax Julia, com a participação do autor e do editor, Rui Brito.
16 páginas a preto e branco, capa a cores em cartolina, 16 x 23 cm


0 comentários:

Enviar um comentário

Maximum Rocknroll #414 Nov. 2017


Em breve disponível na Black Mamba Distro
November 2017 issue will teach you a thing or two all about the History of Alabama Punk! This issue features the first of a two part series all about the DIY scene throughout Alabama, with this part focusing on Birmingham. But our focus on Alabama is not entirely retrospective; BAD EXAMPLE will catch everybody up to speed on current happenings in Birmingham. We also hear from Bay Area heartthrobs MIDNITE SNAXXX, who run through their tour of Alabama and a slew of other snacky tidbits We also catch up with not one, not two, but three bands as they begin their tours throughout the United States: São Paulo’s CANKRO talk about being an intercontinental band, Chicago’s C.H.E.W. finally reveal the meaning behind their name, and the nomadic PERIOD BOMB unleashes a treatise about the contemporary DIY scene. For international coverage, Sweden’s BRING THE DRONES discuss their supergroup status, Budapest’s PADKAROSDA dissect just what it means to be a Hungarian band, and New Zealand’s UNSANITARY NAPKIN find ways to resist Trump from the other side of the world. We also hear from the friends of Victoria Scalisi from DAMAD who tell us about her kindness and strength in the wake of her passing.