14/05/17

Le Collectionneur de Briques de Pedro Burgos

Le Collectionneur de Briques é a nova narrativa gráfica de Pedro Burgos. Inédita em Portugal [!], é publicada agora em Maio pela francesa 6 Pieds Sous Terre na sua Collection Monotrème {Mini}.

Após a falência da sua empresa, Valerio, um arquitecto, resolveu erigir, sem motivo aparente, uma singular torre de tijolo. Por entre a curiosidade, compaixão e medo dos seus vizinhos, esta construção reflecte a desconstrução das nossas cidades e da nossa sociedade.

Num contexto de crise económica, a história poética, trágica, mas combativa de Valerio, auxiliado aqui por Chiara, uma voluntária lisboeta, fala sobre o rebaixamento dos cidadãos europeus nesta época de degradação das condições de vida, alimentada uma globalização nivelada por baixo.




Le Collectionneur de Briques
Pedro Burgos
Collection Monotrème {Mini}
56 págs., bicromia, capa dura, 22,5 x 16,7 cm, €10,00
ISBN: 978-2-35212-129-9
6 Pieds Sous Terre, Maio 2017

A 6 Pieds Sous Terre é uma editora francesa de bd alternativa criada em 1991. Já publicou duas obras de autores portugueses: Celle de ma vie, celle de mes rêves de Pedro Brito e João Fazenda, em 2008 (Tu és a mulher da minha vida, ela a mulher dos meus sonho, Polvo, 2001); e L’amour infini que j’ai pour toi de Paulo Monteiro, em 2013 (O Amor Infinito que te Tenho e outras histórias, Polvo, 2010).






0 comentários:

Enviar um comentário

Maximum Rocknroll #411 Agosto 2017


Disponível na Black Mamba Distro €4.50
"Maximum Rocknroll #411, the August 2017 issue — our first-ever Pinoy Punk Special! This issue is absolutely packed with bands, activists, history, scene reports, and everything in between covering punk in the Philippines and beyond. Check out interviews with the organizers of Aklasan Fest — a Bay Area-based punk festival featuring all Pinoy bands, Manila infoshop Etniko Bandido, DIY organizers in the Flowergrave Collective, Quezon City environmental activist Chuck Baclagon, NYC migrant worker organizer Gary Kadena, and an extensive history of autonomous spaces and infoshops in the Philippines going back to the early ’90s. Zine coverage includes a conversation between femme zinesters elena corinne of Brown Recluse Zine Distro and Honey Andres, an interview with Bamboo Girl zine, and a rundown of some of the Philippines’ most interesting DIY zines and resources."