26/05/17

A Leoa: Um Retrato Gráfico de Karen Blixen | G. Floy


Anne-Caroline Pandolfo e Terkel Risbjerg - os autores de O Astrágalo - apresentam um retrato audacioso e imaginativo de Karen Blixen, a autora de África Minha e A Festa de Babete, uma das mulheres mais livres e originais da primeira metade do século 20, e que deixou uma marca indelével e complexa na cultura do seu país, a Dinamarca.

A vida (ou as vidas) da Baronesa Karen Blixen desfila à nossa frente neste álbum. Desde uma infância com um pai adorado mas muito ausente, um aventureiro nunca satisfeito, e com uma mãe encerrada na mentalidade conservadora da Dinamarca do final do século XIX, até uma aventura desesperada para escapar a um destino que lhe tinha sido traçado, burguês e aborrecido: aceita casar com o Barão Bror Blixen, e tomar as rédeas de uma plantação de café no Quénia... onde descobrirá uma paixão louca, o seu grande amor africano... até ao seu regresso à Dinamarca e à sua coroação como autora literária famosa.

O livro terá lançamento no Festival de BD de Beja, dia 27 de maio, pelas 16h15 no auditório do Teatro Municipal Pax Julia (Largo de São João, no centro de Beja), com a presença dos autores e com uma sessão de autógrafos.

Anne-Caroline Pandolfo e Terkel Risbjerg trabalham juntos há alguns anos, em adaptações à banda desenhada de livros vários, e em projectos próprios. Anne-Caroline Pandolfo é ilustradora e argumentista; um encontro fortuito com produtores de filmes leva-a a realizar duas curtas-metragens animadas para crianças, e isso vai encorajá-la a continuar esse trabalho criativo na banda desenhada. Terkel Risbjerg é um artista dinamarquês que estudou cinema e filosofia em Copenhaga, e acabou por se fixar em França, onde trabalhou alguns anos em animação, tendo trabalhado nomeadamente em Le Chat du Rabin e na série Yakari. Juntos, assinaram já cinco romances gráficos: O Astrágalo (já editado pela G.Floy), bem como Mine: Une Vie de Chat, Le Roi des Scarabées, e mais recentemente Perceval, adaptação do Romance de Perceval, publicado nas Éditions Le Lombard - e este A Leoa. Para o seu próximo projecto, adaptarão para BD o célebre romance Serena, de Ron Rash.

“Redescoberta pelo grande público pela ocasião da estreia do filme Out of Africa (1985), a autora dinamarquesa não se pode reduzir a um único romance. E é isso que demonstram Anne-Caroline Pandolfo e Terkel Risbjerg com A Leoa. Morta aos setenta e sete anos, Karen Blixen no fim apenas viveu dezassete anos na sua fazenda de Mbogani! (...) Um álbum que não é bem uma autobiografia no sentido estrito, mas sim um álbum que retoma os princípios do conto, em que a singularidade do destino da heroína é entendida através do olhar das fadas totémicas que se aproximaram do seu berço e zelaram para que ela se tornasse quem acabou por ser.”
Chroniques BD Gest

Para uma interessante entrevista dos autores ao célebre programa de TV Francês La Grande Librairie! apresentado por François Busnel, sigam este link para o Youtube: https://youtu.be/YsV9FTW0M8o

A Leoa: Um Retrato Gráfico de Karen Blixen
Argumento: Anne-Caroline Pandolfo
Desenhos: Terkel Risbjerg
192 págs., cor, capa dura, 28 x 20,5 cm, €17,99
ISBN: 978-84-16510-35-1
G. Floy, Maio 2017

0 comentários:

Enviar um comentário

Maximum Rocknroll #411 Agosto 2017


Disponível na Black Mamba Distro €4.50
"Maximum Rocknroll #411, the August 2017 issue — our first-ever Pinoy Punk Special! This issue is absolutely packed with bands, activists, history, scene reports, and everything in between covering punk in the Philippines and beyond. Check out interviews with the organizers of Aklasan Fest — a Bay Area-based punk festival featuring all Pinoy bands, Manila infoshop Etniko Bandido, DIY organizers in the Flowergrave Collective, Quezon City environmental activist Chuck Baclagon, NYC migrant worker organizer Gary Kadena, and an extensive history of autonomous spaces and infoshops in the Philippines going back to the early ’90s. Zine coverage includes a conversation between femme zinesters elena corinne of Brown Recluse Zine Distro and Honey Andres, an interview with Bamboo Girl zine, and a rundown of some of the Philippines’ most interesting DIY zines and resources."